Batman começa...


Uma das características mais impressionantes do ser humano é a capacidade de ter medo. Temos medos diversos. Mas o principal medo que temos é daquilo que não conseguimos compreender, daquilo que não conseguimos ver!

A nossa imaginação, quando a nossa visão, ou melhor, quando os nossos sentidos falham, voa longe. E muitas vezes nos leva a "locais" que nos assustam. Naturalmente existem pessoas que têm medo de locais abertos, de locais altos além de muitos outros medos. Entretanto, os maiores medos estão relacionados à escuridão, ao desconhecido.

E aí é onde entra um dos nossos maiores problemas. O desconhecido! E qual é o maior de todos os desconhecidos do homem? De quem ou de que o homem tem mais medo e não consegue admitir?

O próprio homem, é claro!

Em outro post (e quase sempre falo nisso na verdade) citei a frase do templo de Delphos na Grécia "Homem, conhece-te a ti mesmo!" Desde a antiguidade os sábios vêm nos tentando ensinar isso e temos sido teimosos em não aprender! O que eles queriam e continuam querendo é que a gente se livre dessa escuridão interior, que tanto nos causa medo e decepções.

Ao nos decepcionarmos conosco mesmos, como temos a terrível mania de queremos achar um culpado para o que acontece de ruim conosco (e esse culpado não pode ser o "EU") acabamos fugindo de nós mesmos querendo culpar o outro. E isso acontece basicamente por termos medo de enfrentar nossos medos, nosso interior. Temos medo de enfrentar o desconhecido, temos medo de enfrentarmos a nós mesmos!

Procuremos nos conhecer melhor! Como é que podemos fazer isso, alguns podem estar se perguntando. Revisemos o nosso dia antes de dormir. Será que fiz tudo que devia ter feito? Ou será que ainda preciso melhorar mais em algum aspecto? Que tal então escolhermos uma das coisas que ainda não estou muito bem e tentar focalizar apenas nela?

Por exemplo, se eu não tenho paciência, reclamo de tudo, sou chato, irritante, orgulhoso, egoísta, etc... (Caramba, tá parecendo comigo essa descrição) Não vai adiantar se eu quiser resolver tudo de uma só vez. Assim, vamos focalizar. Escolhamos uma e sigamos tentando transformar aquela. A gente pode escolher ter um pouco mais de paciência a cada dia, por exemplo. Assim, resolvendo um problema de cada vez, ficamos mais perto de resolver todos os outros, pois quando tentamos resolver todos de uma só vez nunca resolvemos um sequer!

Devemos olhar pelas nossas janelas da alma para o exterior? Claro que sim, sempre! O que não podemos jamais de deixar de fazer é olhar no "espelho" para conhecermos a nós mesmos!

Você já tentou se olhar no espelho e olhar para seus próprios olhos? Consegue fazer isso sem dificuldade?

A busca pelo descobrimento interior e a superação dos nossos medos é uma terrível batalha. Mas saibamos o seguinte, não existe como nós perdermos essa batalha. Ela já está ganha. Para alguns será mais longa, para outros mais curta, mas ao começarmos, não se tem volta. Uma hora chegaremos ao fim dessa batalha. E todos seremos vitoriosos.

E onde é que Batman entra nessa história? A saga do Homem Morcego é uma grande metáfora para essa nossa condição de batalhadores em busca de vitória contra nossa sombra interior!

O novo filme do "Morcegão" não é apenas mais um entretenimento barato. Caso saibamos aproveitar as metáforas, sairemos do cinema não apenas deslumbrados com a ação e com a história trágica do nascimento do vigilante. Sairemos de lá mais vigilantes com relação aos nossos pensamentos, com o nosso mundo interior, mas, e principalmente, com o que temos feito das nossas vidas. Pois, como um dos personagens do filme diz "o que nos define não é o que temos dentro; o que realmente nos define é o que fazemos com nossa vida".

Assim, precisamos ter boas intenções sempre. Mas se não passarmos nunca das boas intenções, quem ou o que seremos?

Ajamos portanto. A luta nos aguarda!

Paz!

Comentários

Eskuinkla disse…
Me gusta la historia original de Batman, la primera donde se muestra cómo perdió a sus padres y la raíz de la hechura de su traje de murciélago y cuando conoce a Robin, esta historia de la última película no me llama la atencion.
Allena Nalinha disse…
Sempre digo a Joselson que eu o traio com o batman... ele morro de sorrir. Dai essa semana assistindo TV pude ver que está sendo lançado mais um filme do meu ídolo amando amante. ahahahhaa
Eu fui pra casa dele esse final de semana e disse do filme.. estou esperando ele entrar de ferias para irmos ao cinema.
Tomara que chegue logo.
Saudades de vc.
Beijos
Anônimo disse…
Mackenzie, amigo,
há alguns dias não passava pelo blog. Mas hoje pude assinar o ponto e ganhar o dia.

Parabéns pelo trabalho. Continue compartilhando com os familiares e amigos informações relevantes e seus sentimentos e idéias.

Quanto ao Batman e a todos os super-heróis... bom, penso que faria um bem danado a eles se estudassem e praticassem Yoga...

Abração,

Jomar

Postagens mais visitadas deste blog

Chá de camomila é bom para dor de cabeça e algumas outras doenças

Michelangelo, arte e aprendizado

Duas Flores