Perfeição (Estranho Demais 04)

Newsday.com: Man dies after 49 hours of computer games (em inglês)

Adoro Legião Urbana. Mas nem sempre gostei. Quando era jovem, por Legião ser uma coisa meio de moda, não gostava apenas por ser da moda. Mas percebi depois de um tempo que era meio inevitável não gostar de Legião. Nem que fosse apenas das letras. Renato Russo, apesar de todos sabermos de vários de seus desequilíbrios, foi um dos maiores compositores brasileiros de todos os tempos.

E, para mim, como para todos os fãs da Legião, escolher uma música preferida é muito complicado. Mas vou me arriscar, sabendo que estou cometendo várias injustiças. Minha música preferida deles é "Perfeição".

Certo dia eu estava participando de um seminário em um congresso de Engenharia Civil em Recife e neste seminário o apresentador disse uma frase que nunca me saiu da cabeça. Depois de um tempo descobri que a frase era de uma pessoa conhecida, mas agora não sei mais de quem é. A frase é a seguinte: "A única coisa que não tem limite no homem é a estupidez".

Eu sempre fui e ainda sou bastante contra essa frase. Acho-a muito violenta. Entretanto, muitas vezes tenho que concordar com ela à força. Pois sempre me pergunto a que ponto o ser humano é capaz de chegar por causa da sua estupidez, do seu orgulho e do seu egoísmo?

Na Coréia do Sul na sexta-feira passada, um homem de 28 anos, morreu depois de jogar 49 horas consecutivas de vídeo game sem dormir e quase sem se alimentar. Ele se recusou a parar de jogar. Morreu algumas horas depois de chegar ao hospital, do que os médicos constataram ter sido uma parada cardíada. Lee, o nome do Sul Coreano, tinha sido despedido do seu último trabalho por não ter aparecido muitos dias por jogar vídeo games demais.

"Vamos celebrar a estupidez humana", diz o início da música Perfeição. Mais na frente Renato afirma que pode falar tudo o que fala na letra pois ele também pode celebrar aquele que escreveu a música. E termina a música dizendo:

Venha, meu coração está com pressa
Quando a esperança está dispersa
Só a verdade me liberta
Chega de maldade e ilusão
Venha, o amor tem sempre a porta aberta
E vem chegando a primavera
Nosso futuro recomeça:
Venha que o que vem é perfeição...

Perdoem-me pelas palavras duras. Não costumo escrever assim, mas às vezes sinto vontade de dizer a mim mesmo certas coisas que precisam ser ditas. Espero que aprendamos o quanto antes a descobrirmos se estamos sendo tão descuidados quanto infelizmente o Sul Coreano foi. E mais uma vez pergunto: "O que estamos fazendo de nossas vidas?"

Um grande abraço, estupidamente apertado. E uma Coca-cola, estupidamente gelada!

Comentários

Li disse…
OI Mackenzie, bom dia...

Tem feito perguntas, que me atormentam...rs
Ontem fui durmir pensando na pergunta de ontem, sobre ter vida saudável... cheguei a conclusão que praticamente nada, isso me deixou de certa forma, triste comigo mesma... e hoje, mais essa pergunta: "O que estamos fazendo de nossas vidas?"... vou pensar nisso...

Obrigada pelas reflexões...tem sido muito útil para mim...

Beijos

Li

Postagens mais visitadas deste blog

Chá de camomila é bom para dor de cabeça e algumas outras doenças

Michelangelo, arte e aprendizado

Duas Flores