Keith James & Potentials Unlimited

Keith James & Potentials Unlimited

Espetáculos sempre são únicos. Não importam quais sejam eles ou quais os motivos pelos quais eles sejam únicos. Seja por serem ruins, bons, inesquecíveis, para serem esquecidos, ou por qualquer outro motivo.

Hoje tive a oportunidade de ir à Biblioteca Pública de Newton para ver um espetáculo que foi único, como muitos outros que já vi. Não posso dizer que foi o melhor que já vi, só que também está longe de ser o pior. Só que posso afirmar que será inesquecível.

Como é bom, e aqui vai uma pequena homenagem a uma companheira que sempre que pode aparece aqui no Pensações, ver e saber que tem pessoas que apesar de todas as dificuldades de não levarem uma vida "normal" por terem dificuldades sejam físicas ou mentais, não se deixam vencer por elas e seguem suas vidas fazendo tudo o que podem - e muitas vezes superando-nos - para realizar suas tarefas e seus sonhos.

O espetáculo que vi hoje foi uma mistura de pessoas "normais" e pessoas com dificuldades, mentais e físicas que nos ajudaram - a todos os que assistiram - a percebermos o quanto temos reclamado das nossas vidas "cheias" de dificuldades. Podemos e devemos sempre agradecer a Deus por tudo que recebemos, pois sabendo usar as nossas habilidades, quaisquer que sejam elas, podemos ser os melhores naquela atividade e alcançarmos grandes conquistas.

O espetáculo não foi o mais espetacular que já vi, como falei anteriormente, mas a dedicação dos dois compositores (Keith James e Sandy Streid) que coordenam esse trabalho musical/teatral que integra pessoas deficientes e pessoas não deficientes há quase 12 anos, é de encher o nosso coração de esperança de que um dia o mundo será muito melhor. Só depende de nós, pois, como canta uma de suas músicas, "Somos todos pedras preciosas". Se clicarem no link abaixo da figura no início poderão ver o site oficial do trabalho (em inglês).

Apenas para ilustrar o alcançe do trabalho do grupo, a sua Diretora, Sandy Streid, quando contando um pouco da história da apresentação de uma das músicas que também contém um pouco de representação, contou que o integrante que fez a interpretação de uma das maiores partes do texto, estava integrando o grupo a apenas um ano. Antes de integrar o grupo, ele tinha passado mais de dez anos sem pronunciar sequer uma palavra. Agora até canta, intepreta e também fica caldo em cena quando necessário.

Foi emocionante. Espero que essa emoção possa perdurar e dar-nos cada vez mais força para continuarmos sempre com nossa vontade de fazermos do nosso mundo um mundo cada vez melhor.

Um espetacular abraço em todos.

Comentários

Eskuinkla disse…
Las personas con "discapacidad" son realmente sorprendentes... me hubiera gustado presenciar el evento en el cual estuviste Mack. Siempre hay algo que aprender de ellas, creémelo. Tengo familiares con discapacidad y son más sensibles que personas que tenemos nuestro cuerpo sano.
RAÏSSA disse…
Mackenzie!
Na Semana do Portador com Necessidades Especiais, assisti ao filme "Do Luto à Luta" sobre a Síndrome de Down, da gestação até o casamento. É imperdível!!!!!!!!!

Postagens mais visitadas