Via Láctea

Fotografia da Via Láctea

Alguns dias atrás postei um texto falando sobre a Via Láctea e perguntando se alguém já tinha pensado sobre como as fotos da Via Láctea eram feitas. Eu acabei não falando lá no post, assim decidi comentar aqui hoje, até mesmo porque um dos comentários no dia perguntou como era.

A foto de hoje foi tirada por câmeras fotográficas situadas em vários lugares (51 locais diferentes) aqui na Terra. Lugares tão distantes quando na Califórnia e no oeste da África. Depois, por processos de composição de imagens e com algoritmos computacionais especiais para "desentortar" figuras distorcidas pelas lentes, eles juntaram as fotografias (tiradas entre 1997 e 2000) e montaram um grande imagem do nosso céu.

Agora, imaginemos como é tirar a foto de uma casa estando dentro dela. Irão aparecer quartos, quadros, janelas, o que está fora da casa... Mas e a casa em si? Como é? Que formato tem?

Estas perguntas podem ser relativamente fáceis de responder se nós puderos tirar muitas fotos e "gastar" um bom tempo analizando a casa pelo interior, mas sempre poderão haver algumas dúvidas sobre o exterior, sobre como ela parece de fora pra dentro. É aí que entraria a nossa imaginação. Cada um de nós, apesar de termos muitas informações e sabermos muitas coisas sobre o formato poderíamos ter uma noção diferente de como ela se parece vista de fora.

É aqui que entra uma outra coisa que não falei ainda. Se estamos dentro da casa, podemos, naturalmente, olhar para as casas vizinhas. E, apesar de que elas não dizem necessariamente como é a nossa própria casa, ela nos ajuda a estudarmos também como poderia ser. E, assim, aos poucos podemos chegar a uma aproximação bem aceitável de como ela se parece vista de longe.

Foi assim que surgiram as primeiras "fotografias" da nossa Via Láctea vista de fora da própria Via Láctea. Estudos, fotografias, tentativas de "adivinhação", observações de galáxias vizinhas, e intuição artística.

Naturalmente não são fotografias reais, mas renderizações artísticas, pinturas, desenhos. Entretanto, podemos considerá-los como representações bem reais por causa dos inúmeros estudos e das inúmeras fotografias "internas" que os astrônomos continuam estudando e estudando.

Espero que eles continuem, pois o universo é algo incrível e sempre nos alegrará a nos mostrar o quanto somos pequenos, mas o quanto temos, ao mesmo tempo, a infinita possibilidade de crescer e crescer. Sempre.

Um beijo universal em todos. Ah, não deixem de ver o link abaixo. Tem uma "figura" onde você clica e o céu gira com o movimento do mouse. Vale a pena ver.

Para ver mais:
Link especial com imagem 360º do céu.

Comentários

Eskuinkla disse…
WOW, Mack! es impresionante todo el proceso que se tiene que hacer para que uno vea la galaxia!... no tenia ni idea de como se hacian las cosas pero como siempre me resuelves todas mis preguntas. Gracias Mack por tu aportación :)
Anônimo disse…
Muitas vezes podemos nos perguntamos...
-que lugar é este que nos estamos?
-por que será que estamos aki?
-o que viemos fazer aqui ?
........
sabemos responder algumas dessas perguntas?
eu so penso assim :
vamos olhar dentro de cada um de nos........ai descobriremos ..pois dentro de nos temos todas as respostas.
beijos.amo vc
bom domingo
mainha

Postagens mais visitadas deste blog

Chá de camomila é bom para dor de cabeça e algumas outras doenças

Michelangelo, arte e aprendizado

Duas Flores