Estranho Demais 17

Bloody Americans — always exporting trash! - Peculiar Postings - MSNBC.com

Visões do mundo

É interessante como cada pessoa olha para a mesma coisa e pode ver coisas completamente diferentes. E não estou falando apenas por um ser míope e outro ter a visão normal. Falo de idéias mesmo.

Nesta reportagem acima, entitulada "Malditos Americanos - sempre exportando lixo!", um americano jogou ao mar cinco garrafas com mensagens dentro para ver onde iriam parar (se é que iriam parar em algum lugar) e ser encontrada por algum humano que tivesse a curiosidade de abrir e ler o que estava no interior da mesma, e quanto tempo depois ela iria parar lá.

Ele jogou as garrafas em Agosto do ano passado, na costa de Long Island em New York. Alguns meses depois, em Janeiro passado, ele recebeu uma carta de um cidadão inglês de nome Henry Biggelsworth. A carta dizia o seguinte (adaptando para o português):
Recentemente eu encontrei sua garrafa enquanto estava apreciando e passeando numa praia em Poole Harbour. Enquanto você pode considerar esta atitude como sendo um grande experimento de caminho e velocidade das correntes oceânicas, eu tenho outro nome para isso: poluição. Vocês americanos nunca parecem satisfeitos, a não ser que estejam "andando e cag..." por onde passam.

Garrafa ao marO Capitão Americano que jogou as garrafas no mar chama-se Harvey Bennett. E ele falou uma expressão, quando recebu a carta do inglês, equivalente ou que seria em bom português a "O inferno está cheio de boas intenções".

O que vocês acham? Qual a visão de vocês sobre o assunto? Até que ponto é um experimento válido e até que ponto é poluição?

Minha opinião é que jogar garrafas ou qualquer outra coisa não deteriorável pela janela - seja no mar ou na terra - não é uma coisa que deve ser feita. A não ser que seja controlada realmente para ser um experimento válido. Pois, como nesse caso não foi um experimento controlado, onde é que foram parar as outras quatro garrafas? Na barriga de algum grande cetáceo? Ou estão ainda vagando e poluindo praias ao longe?

Um beijo não engarrafado em todos.

Comentários

Kaik Limenzo disse…
Nossa q dificil, eu sincerament enaum sei pq é interessante vc fazer um experimento desses mas tipo colocando uma mensagem legal dentro da garafa, tipo a pessoa q abrir pode realmente esta precisando daquela mensagem naquele momento, por outro lado de as garafas naum pararem em canto nenhum ai fika dificil ahhhhhhhh como ja tinha dito eu naum sei !...
Xau!
Bel disse…
Mack, é mesmo muito difícil, mas será que se esse cara não fosse americano, essa garrafa teria tido toda essa repercursão?
Não sei até que ponto a preocupação é com a poluição (ou a falta dela) ou é apenas raiva dos americanos. Não digo com vc, mas com a pessoa que respondeu à garrafa.
Reflitemos...
Bjos

Postagens mais visitadas deste blog

Chá de camomila é bom para dor de cabeça e algumas outras doenças

Michelangelo, arte e aprendizado

Duas Flores