Distância

Quando dizemos que estamos distantes de algo é fácil de compreender quando estamos falando de coisas físicas.

Mas quando dizemos que estamos distantes do passado, o que na verdade significa isso? Como se mede a distância que estamos do que já vivemos?

Tem coisas que acabamos de viver que já parece ter acontecido a milhões de anos pois tem pouquíssima importância e a gente já esqueceu. Entretanto, tem coisas que por mais tempo que passe, mais parece que nos aproximamos dela, ou que, pelo menos, ela não está se distanciando.

Mistérios do tempo. Mas não do tempo que não volta mais pois esse não existe. O tempo não volta, nós é que parece que ficamos parados no tempo (do mesmo modo que ficamos parados no espaço) vivendo no passado em vez de vivermos o presente.

Não é que nos esqueçamos do que passou, já que sem isso não seríamos o que somos hoje; lembremos do passado, mas não o vivamos novamente. Quando muito, que possamos olhar para ele, dele tirarmos lições e então aplicarmos no nosso presente.

Um beijo bem presente para todos, mesmo vindo do passado de quando eu escrevi essas linhas.

"Estou inteiro ali, aos pedaços sobre a cama."
Adaptação de uma frase lida num blog como qual me deparei em minhas andanças...

Comentários

Robson Lima disse…
Sábias palavras meu querido, esta pensação é realmente pra pensar, hoje, e sempre!
Um cheiro e um queijo a todos!

Postagens mais visitadas deste blog

Chá de camomila é bom para dor de cabeça e algumas outras doenças

Michelangelo, arte e aprendizado

Duas Flores