Não entendo

BBC Brasil

Muitas vezes quando a gente diz uma coisa não necessariamente está querendo dizer o que fala! Esse é um dos motivos pelos quais a gente se complica tanto quando está conversando. Daí creio que surgiu a expressão "disse me disse" quando se fica falando e ninguém se entende.

"Não entendo" é uma dessas expressões! Muitas vezes quando a gente fala 'não entendo' para alguma coisa, não é necessariamente que a gente não tenha entendido, e sim muito mais uma expressão de assombro por algo que as pessoas ainda teimam em não aceitar apesar de todas as evidências em contrário.

Hoje quando li essa reportagem disse isso a mim mesmo. "Não entendo!"

Pois é, não entendo como ainda nos dias de hoje, depois de mais de 5000 (cinco mil) anos de utilização na China, com resultados positivos comprovados, pelo menos para eles, muita gente ainda não acredita que Acupuntura funciona realmente!

E quando digo não entendo, entendo, mas não entendo, me entendem!?

É que o ser humano quando vê uma coisa que é estranha à sua cultura tem a tendência de desconfiar de coisas desconhecidas, mesmo que outros seres humanos tenham relatado o que acontece. É natural, pois somos criados para desconfiar do próximo, o que é uma pena por um lado, mas também seu lado positivo... Depois falamos sobre isso.

Bom, a pesquisa fala que muitos dos críticos diziam que o problema da acupuntura é que quem se submete ao tratamento já vai achando que vai dar certo e isso é que fazia o efeito e não as agulhas. A pesquisa mostra definitivamente que isso não é verdade. Não trancreverei a pesquisa aqui (leia no artigo), mas eles provaram que as agulhas realmente ativam regiões no cérebro que controlam a dor e não é apenas por causa do famoso efeito placebo.

Mesmo assim, ainda não entendo porque tanto tempo para aceitar uma coisa tão simples e que todos os chineses sabem que funciona. Parece que todos somos como Tomé.

Espero que tenham me entendido!

Comentários

Postagens mais visitadas