Atravessando a porta


Preciso pedir perdão aos que não entendem nem o francês nem o inglês, mas tive necessidade de postar esse vídeo. Mas, mesmo que você não entenda uma palavra sequer, vale a pena assistir pois a reflexão sobre o tema em que ele toca nos toca a todos.

Será que nós, algum dia, já tivemos medo de atravessar a porta como Gary, o personagem do filme?

Um abraço sem temor em todos.

Comentários

Robson Luciano disse…
Show de bola! Pensei imediatamente nos milhares de abortos que as "mulheres", de nossa sociedade, provocam. Sejam por vontade própria, algum tipo de pressão social (e profissional) ou por causas dos "pais" das crianças. Inaceitável. Onde vamos parar, se aceitamos e queremos legalizar a assassinato de nossas crianças por suas próprias mães???
veloso disse…
estou caminhando com calma pelo seu blog que é muito interessante !
Valeu a visita e comentário no baú !
Amadine disse…
Adorei o video,

já mandei para MArlos para discutirmos sobre as matrizes perinatais.
Gostei ,achei bem transpessoal o fechamento.

bjs e saudades.

Postagens mais visitadas deste blog

Chá de camomila é bom para dor de cabeça e algumas outras doenças

Michelangelo, arte e aprendizado

Há dias e há dias