Doença que ajuda a curar outra doença

Fibrose cística é tratada com partes de HIV e ebola

Nós nunca podemos dizer que uma coisa é totalmente má! Eu já tenho falado sobre isso aqui várias vezes, mas é um assunto que não me cansa!

Desta vez cientistas descobriram que o vírus da AIDS e o vírus Ebola podem ajudar a tratar pessoas que têm Fibrose Cística (também conhecida por mucoviscidose). Essa doença altera a o funcionamento "normal das glândulas que produzem o muco, suor, saliva, lágrima e suco digestivo". É uma doença transmitida geneticamente e ainda não tem cura conhecida.

O gene doente que causa a fibrose cística precisa ser substituído para poder haver a cura ou uma significativa melhora no quadro do paciente. Além do intestino e do pâncreas, um dos órgãos mais afetados é o pulmão. E o pulmão rejeita com extrema facilidade objetos estranhos.

É aí que entram os outros vírus das doenças citadas. "Os pesquisadores americanos, liderados pelo médico Gary Kobinger, combinaram um proteína da superfície do vírus ebola, que afeta as células pulmonares, com parte do vírus HIV", informa a reportagem. As pesquisas ainda estão em ratos e macacos, mas os resultados são animadores.

A negatividade do vírus da AIDS é tão negativa assim, ou somos nós que abusamos da natureza e depois sofremos as conseqüências?



Sou um tremendo fã de Céline Dion. E em todos os seus discos (ou quase todos, não tenho muita certeza) ela fala da fibrose cística. Ela ajuda a manter uma fundação Canadense de apoio aos portadores da doença (Canadian Cystic Fibrosis Foundation). Ela teve uma irmã que, aos 16 anos, morreu vítima desta doença. Então, a partir do momento em que teve possibilidades de ajudar, o fez e continua fazendo até hoje.

Para os que gostam de excelente música, este CD aí é o seu quarto CD gravado em francês. É um daqueles CDs que a gente vai escutando e, aos poucos, vai ficando viciado e mais quer escutá-lo. Tem música lindas, como a música que dá o nome ao cd, S'il sSuffisait D'aimer", que questiona o que estamos fazendo do nosso amor. Diz uma parte da letra:
"S'il suffisait qu'on s'aime, s'il suffisait d'aimer
Si l'on pouvait changer les choses et tout recommencer
S'il suffisait qu'on s'aime, s'il suffisait d'aimer
Nous ferions de ce rêve un monde
S'il suffisait d'aimer"
Que, em livre adaptação, eu diria:
"Bastaria que nos amássemos, bastaria amar
Se nós pudéssemos mudar as coisas e tudo recomeçar
Bastaria que nos amássemos, bastaria amar
Assim faríamos deste sonho um mundo
Para isso, bastaria amar"
Se puderem e tiverem acesso, ouçam esta música, é incrível. O CD é maravilhoso. Céline também é.

Mas só o amor é insuperável!

Comentários

Eskuinkla disse…
Esta hermosa la cancion aunque no me gusta mucho como canta Celine Dion pero tiene una bella voz. La buscare.

Postagens mais visitadas